Caçapava do Sul, 31/10/2014 09:53 hs
 
Polícia prende dois envolvidos em assassinato (920)
Polícia


Carlos Eduardo (mandante), Bruno dos Santos Garcia (preso), Márcio Rodrigo Machado (preso) e Aldo Fernandes Júnior (foragido)

A Polícia Civil encerrou a investigação do crime ocorrido no dia 27 de setembro, no bairro São Judas Tadeu, quando o corpo de Rosimar Nunes Leite, 42 anos, foi encontrado com dois tiros na cabeça, em cima da cama.
O assassinato estava sendo investigado e na quinta-feira, dia 31, agentes da polícia cumpriram mandato de prisão contra os acusados. A delegada Fabiane Bittencourt indiciou Bruno dos Santos Garcia, conhecido como Bruninho; Aldo Fernandes Júnior; Márcio Rodrigo Machado, o Grilo; e Carlos Roberto Martelo, o mandante.
Grilo estava na preventiva, mas já foi encaminhado o pedido de prisão. Bruninho foi preso pelos agentes da polícia. Está sendo aguardada a decisão judicial sobre a prisão de Carlos Eduardo. Aldo Fernandes está foragido.
- A polícia foi chamada na noite do crime e encontrou Rosimar na cama, com dois tiros na cabeça. Desencadeamos a investigação para desvendar o crime, cuja intenção era a execução. Ela era amante de Carlos Eduardo e disse a ele que estava grávida. Começou a ameaçá-lo e a exigir que se separasse da mulher. Aldo (que trabalhava junto com Carlos Roberto, eram motoristas de táxi) apresentou os outros homens. Ficou acertado que o serviço seria desempenhado por R$ 2 mil. Segundo as investigações, Aldo, Grilo e Bruninho estiveram na casa de Rosimar e um deles disparou contra ela. Carlos Roberto confessou que mandou matar a amante. Como ele ajudou a elucidar o caso e não tinha antecedentes criminais, não foi decretada sua prisão. Mas o Ministério Público entendeu diferente e estamos aguardando a decisão da Justiça - afirma a delegada.
Os quatro elementos responderão por homicídio duplamente qualificado: houve promessa de recompensa, e usaram de recurso que dificultou a defesa da vítima.



04/11/2013 15:43