Bageense lança livro na Casa de Cultura Juarez Teixeira

A partir de um viés cultural e literário, a obra trata da vida de Edu Macedo, brasileiro e uruguaio natural de São Luís, região do interior de Bagé também chamada de Serrilhada e que faz divisa com o Uruguai

Bageense
Crédito: arquivo pessoal

O bajeense Cássio Gomes Lopes lançou o livro O último gaúcho brasileiro-oriental: biografia e memórias de Edu Macedo, na quarta-feira (29), na Casa de Cultura Juarez Teixeira. O evento fez parte da programação do 15° Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPE).

A partir de um viés cultural e literário, a obra trata da vida de Edu Macedo, brasileiro e uruguaio natural de São Luís, região do interior de Bagé também chamada de Serrilhada e que faz divisa com o Uruguai.

– Desconheço alguém com uma trajetória semelhante a do Edu Macedo, que tenha as duas nacionalidades – afirma Lopes.

Segundo ele, na Serrilhada, o biografado realizou diversas atividades campeiras atualmente consideradas extintas: carreteiro, tropeiro, contrabandista, quilero e matreiro. Ademais, foi instrutor de correaria e sapataria na “Cidade dos Meninos”, antiga escola de Bagé. Até mesmo ator Edu foi, no filme “O Tempo e o Vento”, atuando como figurante e dublê. No Uruguai, é colaborador assíduo do programa de TV “Hijos del Campo”, que tem como proposta divulgar a vida simples dos habitantes do campo.

– A obra está dividida na seguinte sequência: biografia; ofícios e atividades; costumes e entretenimentos campeiros; cenários da lida; indumentária, aperos e cutelos; medicina campeira; previsão do tempo e astronomia campeira; fenômenos e mistérios; curiosidades; armamento na campanha; convívio e mudanças no campo; tradicionalismo gaúcho; aspectos sobre o guri de outrora; características e comportamento dos animais; história, memória e participações – explica o autor.

Cássio Gomes Lopes é servidor público da Unipampa e possui graduação em Administração, pela Universidade da Região da Campanha (Urcamp), e em História, pela Faculdade Anhanguera. Conheceu Edu Macedo em 2015, na região de Ponche Verde, interior de Dom Pedrito, quando escrevia outro livro, A Rainha da Fronteira – Fragmentos da História de Bagé, no qual Edu colaborou para a pesquisa. Em 2016, Macedo revelou a Cássio a vontade de escrever um livro. Com a parceria fechada, foram seis anos entre entrevistas, transcrições e organizações.

Para adquirir O último gaúcho brasileiro-oriental: biografia e memórias de Edu Macedo, basta entrar em contato com Cássio, pelo telefone: (53) 9 9998-3141.

Capa do livro
Crédito: Divulgação