Caçapavana desenvolve trabalho sobre o teatro como método de ensino de ciências

Em um dos capítulos, ela reflete sobre a experiência de ensino-aprendizagem que teve em uma escola pública do Rio de Janeiro

WhatsApp Image 2024-03-20 at 15.55.32
Crédito: Arquivo pessoal

A caçapavana Bruna Simon da Silveira é mestranda em Ensino de Ciências, pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa), e, sob orientação da prof. Dra. Sandra Hunsche, se prepara para defender a dissertação “Física nos anos iniciais através da arte do teatro, que traz um estudo prático realizado pela estudante em uma escola pública do Rio Janeiro.

Tem sido uma jornada repleta de desafios, descobertas e enriquecimento, marcada pelo desenvolvimento de habilidades em pesquisa e metodologias de ensino – disse Bruna sobre a experiência na pós-graduação.

A caçapavana ingressou no mestrado em 2021, período marcado pela pandemia de Covid-19. Além disso, precisou ir morar no Rio de Janeiro, o que, de acordo com ela, exigiu resiliência e determinação para superar as adversidades.

Entre adaptações e mudança de Estado, a implementação da proposta de mestrado, realizada entre 05 de junho e 04 de setembro de 2023, revelou-se uma oportunidade de crescimento acadêmico e pessoal – contou.

No estudo prático que apresenta no trabalho, Bruna reflete sobre a experiência de ensino-aprendizagem com alunos do 1° ao 5° ano do ensino fundamental, moradores de diversas comunidades do Rio de Janeiro. Abordando o tema da Astronomia, a mestranda procurou explorar os conceitos da física através de recursos como fantoches, criação de peças teatrais e a magia das fantasias.

Observar a alegria das crianças, mesmo quando se distanciavam um pouco do conteúdo, reforçou a convicção de que a Ciência e a Física podem ser fascinantes quando apresentadas de maneira criativa. Através do lúdico, conseguimos despertar a curiosidade e o interesse dos estudantes, tornando o processo de ensino-aprendizagem mais leve e significativo. O relato apresentado na dissertação não apenas destaca os desafios superados, mas também ressalta a importância de diferentes abordagens no ensino de Ciências, especialmente em contextos desafiadores. Esta jornada de pesquisa e prática pedagógica é uma celebração de que a Educação tem o poder de transformar vidas e abrir portas para um futuro mais brilhante – afirmou.

Bruna Simon da Silveira formou-se em Licenciatura em Ciências Exatas, com ênfase em Física, na Unipampa – Campus Caçapava. Após conquistar o primeiro diploma, especializou-se em diversas áreas de ensino, cursando diferentes universidades no país, como Espaços e Possibilidades para Educação Continuada, pelo Instituto Federal Sul-rio-grandense; Inovação na Educação Mediada por Tecnologias, pela Universidade Federal do ABC; Educação Profissional e Tecnológica, pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro; e Ciências da Natureza, suas Tecnologias e Mundo do Trabalho, pela Universidade Federal do Piauí.