O caçapavano Eduardo Freitas Moreira conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Ligas de Futsal Sub-17, defendendo a SER Santiago. A competição, organizada pela Associação Brasileira de Ligas de Futsal e pela Liga Candanga, ocorreu em Brasília (DF), e a final foi disputada sábado, dia 11. A SER Santiago derrotou o Joni Gool, de São Miguel do Oeste (SC), por 7 a 3.

– Estou muito feliz, porque, junto à comissão técnica, a gente fechou o grupo com o objetivo de tentar vencer todas as competições que fossemos participar e de colocar Santiago no topo do futsal, porque a cidade respira o futsal, e nos acolheu de braços abertos, principalmente nós que viemos de fora – afirmou Eduardo.

Sobre a participação da equipe na competição, ele disse que considera que foram bem, fazendo tudo que foi pedido e treinado.

– Respeitamos todos os adversários, mas sabíamos das nossas forças e, principalmente, do conjunto da nossa equipe – declarou.

Eduardo começou a praticar o esporte cedo. Aos quatro anos, ingressou na Escolinha Bate Bola. Em 2018, um amigo de seu pai, Hermes Perceval, viu nas redes sociais que haveria uma avaliação para a ACBF, em Carlos Barbosa, onde Eduardo foi jogar. Depois, ele passou por Garibaldi Futsal antes de chegar a SER Santiago.

Nesses três anos de carreira, o atleta caçapavano conquistou os títulos dos estaduais de 2018 e de 2020/2021; da Copa D’Itália; da Copa Nordestão (Carlos Barbosa); da Liga Gaúcha; e agora, o Brasileiro de Ligas. Sobre o futuro, Eduardo disse:

– Estamos na expectativa de disputar um campeonato novo que está para confirmar ainda. Talvez para outubro. Sobre meu futuro, vou ver com meu pai e meus dindos, que estão sempre olhando o mercado. Meu pai até já falou essa semana com uma empresa que tem projetos para jogadores jovens. Quem sabe surge algo novo para mim? Mas agora, vou tirar uns dias pra descansar em Caçapava.

Aos pequenos atletas que hoje dão os primeiros passos no esporte, Eduardo deixa a seguinte mensagem:

– Não desistem dos seus sonhos. Eu sempre sonhei em ser um jogador, e ainda estou lutando por meu espaço. Trabalho sério, sempre visto a camisa com orgulho e respeito. Tenho muito que aprender ainda, essas conquistas junto aos meus companheiros são importantes pra nós, porque marcamos nosso nome por onde passamos. Por onde passei, fui campeão. Agora, é trabalhar para chegar numa equipe adulta, e continuar conquistando títulos também.

Foto: Liga Candanga/Divulgação