Cotrisul inaugura unidade em Santana da Boa Vista

Localizada na região de Contrato, às margens da BR 392, a unidade fica na divisa com Caçapava e a apenas 210 quilômetros do porto de Rio Grande

cotrisul
Crédito: Divulgação

O município gaúcho de Santana da Boa Vista recebeu, hoje (26), uma nova unidade da Cooperativa Tritícola Caçapavana (Cotrisul). A inauguração do empreendimento ocorreu às 11h, na localidade Contrato, às margens da BR 392, próxima à divisa com Caçapava do Sul e a apenas 210 quilômetros do porto de Rio Grande. Estima-se que cerca de duzentas pessoas, entre produtores associados e autoridades, compareceram à cerimônia, que contou com a entrega simbólica de uma primeira carga de soja.

A unidade Contrato tem capacidade estática de armazenagem de 500 mil sacos de grãos, o equivalente a 32 mil toneladas ou a meio navio Panamax. Dividida em três grandes silos, o armazém se destaca pelo uso de equipamentos de última geração, que automatizam os principais processo envolvidos. A estrutura conta com tombador, moega, pré-limpezas, secador, silo-pulmão e toda a infraestrutura necessária para dar agilidade ao recebimento e à expedição de cargas.

A construção da Unidade Contrato da Cotrisul recebeu um financiamento de R$ 26 milhões do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), e é parte de um plano de investimento que também inclui a ampliação da unidade Graneleiro, na região do Durasnal (às margens da BR 290) em Caçapava do Sul.

Durante seu discurso, o presidente da Cotrisul, Gilberto da Fontoura, disse que a inauguração da unidade Contrato representa mais um passo para a consolidação do desenvolvimento regional provocado pelo avanço da lavoura de soja. Ele salientou que a expansão do cultivo da oleaginosa, na região centro-sul do Estado, que ganhou força a partir de 2008, tem ajudado a reverter a tendência negativa de crescimento do Produto Interno Bruto Regional (PIB), que hoje ultrapassa a marca de 4%     ao ano.

O prefeito de Santana da Boa Vista, Garleno Alves da Silva (MDB), salientou que 70% dos recursos próprios do município são oriundos de atividades agropecuárias e, portanto, é de extrema importância a concretização do empreendimento na localidade do Contrato. Já o prefeito de Caçapava do Sul, Giovani Amestoy (PDT), destacou que a confluência de pessoas competentes, alta tecnologia e financiamento adequado para projetos em locais estratégicos é o que desenvolve a região e o País.

A Cotrisul é a quinta cooperativa gaúcha que mais movimenta soja anualmente no porto de Rio Grande, conforme dados de 2023, da Cooperativa Central Gaúcha Ltda (CCGL), operadora dos terminais portuários, e a principal da Metade Sul.

Atualmente, a cooperativa gera 400 empregos em unidades distribuídas pelos municípios de Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Lavras do Sul, Santana da Boa Vista e Piratini. Entre seus negócios, além dos grãos e insumos, destaca-se o beneficiamento de arroz, a fabricação de rações, o varejo de produtos agroveterinários e a venda de seguros.

Texto: Clarisse de Freitas/Ascom Cotrisul – adaptado