Deputada Daiana Santos visita o Clube Harmonia

Encontro debateu a aplicação de recursos federais em políticas públicas voltadas às mulheres e à população negra

Deputada Federal
Crédito: Luiz Felipe de Oliveira/Gazeta de Caçapava

A deputada federal Daiana Santos (PCdoB) visitou o Clube Recreativo Harmonia no sábado (28). O objetivo do encontro foi promover um debate sobre a aplicação de recursos federais no desenvolvimento de políticas públicas voltadas às mulheres e à população negra, a partir das demandas de Caçapava. Também estavam presentes o secretário de Cultura e Turismo, Stener Camargo, e o diretor do campus local da Universidade Federal do Pampa, José Rojas, além de representantes do setor cultural, do empreendedorismo feminino, da religião e da juventude LGBTQIA+.

Frente ao atual cenário político do Rio Grande do Sul, em que a Assembleia Legislativa conta com uma Bancada Negra, a presidenta do Clube, Cátia Cilene Moraes Dutra, colocou a entidade à disposição dos deputados. Por sua vez, Stener Camargo apresentou o projeto do Geoparque Caçapava a Daiana Santos, e José Rojas entregou a ela um pedido de emenda parlamentar a ser destinada para a construção de um espaço de recreação na Universidade, com uma quadra de basquete.

 – Fico muito feliz de chegar a um espaço organizado, articulado e com uma movimentação tão ampla. Não apenas no plano mental, mas na ação concreta. Mulheres e homens que dialogam as questões de gênero, as questões raciais, e que falam sobre Educação, garantias de direitos. Esse espaço tem essa função social. A partir de agora, me somo ao Clube, porque tudo o que aqui foi debatido faz parte do meu escopo de atuação na política. A gente já sai daqui pensando nos próximos passos, mobilizando investimentos não apenas de recursos, mas de energia para que possamos avançar em coletivo – disse a deputada à Gazeta.

Daiana Santos foi a segunda autoridade a aceitar o convite para discutir o tema. Em setembro, ocorreu o primeiro encontro, com a presença da deputada estadual Laura Sito (PT). Ambas as reuniões foram abertas ao público, assim como devem ser as próximas, ainda sem datas e convidados previstos.