Figurinista lavrense traz referências dos sambódromos para a região

Neste ano, Rafhael Munhós será o responsável por vestir as Cortes de Carnaval de Lavras do Sul, São Sepé e Júlio de Castilhos

Rafha
Crédito: William Brasil/Divulgação

A folia de Carnaval ainda nem começou, mas, para o figurinista lavrense Rafhael Munhós, que há mais de cinco anos produz fantasias para Cortes dos festejos de municípios da região e para integrantes de escolas de samba de Porto Alegre, o trabalho já está na dispersão, a parte final do sambódromo. Assim como em 2023, neste ano, foram quase 20 fantasias produzidas para as festas de cidades da região: Lavras do Sul, São Sepé e Júlio de Castilhos.

O lavrense, que começou na adolescência a produção de figurinos para musicais, fez do hobby profissão e abriu uma empresa em 2022, aqui em Caçapava. Um ano depois, mudou o endereço para Porto Alegre, no Bairro Menino Deus, onde abriu o ateliê e vem produzindo, além de fantasias para os carnavais, figurinos para soberanas de diversos municípios do Estado.

Para o Carnaval gaúcho, Rafhael buscou referências em fantasias dos maiores carnavais do Brasil – Rio de Janeiro e São Paulo –, além de se inspirar em grandes figurinistas e madrinhas de bateria, como Sabrina Sato. Em 2024, o lavrense foi a São Paulo, durante o período de pré-produção das fantasias, em busca de materiais como tecidos e pedrarias para serem usados nos figurinos de Lavras, São Sepé e Júlio. Lá, também fez parcerias, desenhando figurinos e importando as ferragens (costeiro e coroas), que foram decoradas por ele e sua equipe aqui no Sul.

A partir de amanhã (10), a população poderá conferir este trabalho artístico minucioso, feito por muitas mãos, nas avenidas do samba dos municípios da região, que têm uma vasta programação de Carnaval.

Texto: William Brasil