Legislativo caçapavano busca melhorias sustentáveis

Mesa Diretora da Câmara anunciou que buscará implantar o processo legislativo eletrônico e energia fotovoltaica na Casa

Legislativo Caçapavano busca melhorias sustentáveis para 2024_credito Tisa de Oliveira Imprensa Câmara
Crédito: Tisa de Oliveira/Imprensa Câmara

Após a entrada em vigor da Lei nº 14.133/21, que reforça a necessidade de contratações sustentáveis, a Mesa Diretora da Câmara anunciou que buscará implantar o processo legislativo eletrônico e energia fotovoltaica na Casa.

O processo legislativo eletrônico é um sistema que possibilita que documentos, como projetos de lei, requerimentos, emendas, indicações e moções, sejam protocolados por meio eletrônico, buscando substituir e diminuir o uso de papel.

Com o objetivo de conhecer o funcionamento deste sistema, a presidente do Legislativo, Jussarete Vargas (PDT), o vice-presidente, Antônio Almeida Filho (MDB) e a secretária geral, Suzete Pozzebon Oliveira, visitaram a Câmara de Vereadores de São Sepé na quarta-feira, 31 de janeiro. Eles foram recebidos pelo secretário Roberval de David, que explicou como é a rotina de trabalho e quais os benefícios desta ferramenta voltada ao desempenho da função de legislar, amparada por uma infraestrutura de informática.

– Além de modernizar, estaremos otimizando o trabalho burocrático. Todos os documentos serão feitos de forma eletrônica. Isso também representa fornecer informações de alta qualidade e fácil acesso. Substituir o papel por este tipo de registro trará economia de recursos e ganho ambiental – afirmou Jussarete Vargas.

A presidente do Legislativo caçapavano também destacou a importância do investimento em uma fonte de energia limpa:

– Esta ação possibilitará a inserção do município na lista seleta de cidades comprometidas com a preservação do meio ambiente e na aplicação de recursos de forma a possibilitar economia no uso da energia por muitos anos – explicou.

Antônio Almeida Filho evidenciou o princípio da economicidade, já que a energia solar proporciona economia na conta de luz, em razão da redução do consumo da energia fornecida pela rede elétrica e pelo abatimento de créditos na conta de luz.

Informações: Tisa de Oliveira/Imprensa Câmara