Liderança e compromisso com a Educação

Dois grandes feitos marcaram a passagem do Pe. João, como carinhosamente era chamado, por aqui: promoveu a implantação do segundo núcleo do Movimento Brasileiro de Educadores Cristãos, e criou a Feira do Livro

A Igreja Católica perde um grande líder. No último dia 03, faleceu em Santa Maria nosso querido Pe. João Luiz Flesch, sacerdote que permaneceu em nossa cidade, como pároco na Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção por nove anos, deixando aqui muitos amigos. Por detrás de sua simplicidade, de sua modéstia, transparecia grande sabedoria. Onde andou, só deixou saudades por suas virtudes pessoais e pela contribuição com as comunidades.

Dois grandes feitos marcaram a passagem do Pe. João, como carinhosamente era chamado, por aqui: promoveu a implantação do segundo núcleo do Movimento Brasileiro de Educadores Cristãos, e criou a Feira do Livro, que até então continua realizando a exposição de livros, anualmente, durante vários dias, nos quais promove grandes eventos educativos.

Pe. João delegou-me a função de agilizar a implantação do referido núcleo do Movimento dos Educadores em nossa cidade. Preocupada com tão grande responsabilidade, quis recusar-me, pois não conhecia o movimento. Então, em poucas palavras, como sempre, ele me disse: “põe os teus talentos a serviço”. Sentindo a inspiração daquelas palavras, aceitei o desafio. Procurei reunir a comunidade educacional, na qual encontrei apoio. Sua presença era constante conosco, nos apoiando e colaborando com o que fosse necessário.

Depois de várias reuniões com colegas, em 1992, realizamos o primeiro seminário, com 350 participantes, professores e demais profissionais de educação das escolas locais e de cidades vizinhas.

Promovemos, além de outras atividades destinadas aos educadores e aos estudantes da área da Educação, um seminário e/ou congresso internacional anual, com o objetivo de empoderar esses profissionais, melhorando sua autoestima e sua ascensão na carreira do magistério, bem como os motivando à atuação mais humana e solidária na escola.

Somente durante e pandemia tais atividades foram interrompidas. Atualmente, além de palestras e contatos virtuais, continuam os encontros entre os diversos núcleos. E ainda acontece a Jornada de Verão, cujo programa consiste em estudos e recreação, com os integrantes do movimento e seus respectivos familiares, além de representantes de outros países que fazem parte da Confederação dos Educadores.  As jornadas são realizadas anualmente, numa praia brasileira, por opção dos estrangeiros, ou nas capitais dos países sede do movimento.

Pe. João foi assessor espiritual do Movimento Nacional dos Educadores Cristãos. Acompanhava todas as atividades, por onde quer que acontecessem. Sua presença entre nós, pelo exemplo que deixou, jamais será esquecida, como aquele que põe seus talentos a serviço para contribuir com o bem da sociedade. Ele partiu, mas seus feitos permanecem: “saudades sim; tristeza não”.