Mostra com mais de 100 fotografias resgata a História do Carnaval de Caçapava

Exposição reúne registros desde a década de 1940 até os carnavais mais recentes, além de outros objetos. Entre os destaques, está a última fantasia usada pelo carnavalesco Nazeazeno de Vargas

A Casa de Cultura Juarez Teixeira, em parceria com o Museu Lanceiros do Sul, inaugura na quarta-feira, 07 de fevereiro, a mostra “Foi no Carnaval que passou…”, trazendo mais de 100 fotografias que contam a história da folia na cidade, além de fantasias e outros objetos, como troféus, camisetas de blocos e matérias de jornais.

A exposição é o primeiro resultado de uma campanha lançada na comunidade no ano passado para reunir este material e que recebeu mais de 500 contribuições, uma prova de como o tema mexe com a memória afetiva das pessoas. Há registros desde a década de 1940 até os carnavais mais recentes, mas o forte mesmo é entre 1970 e 1990, quando a cidade viveu o auge dos bailes nos clubes. A ideia é que, em um segundo momento, estas fotografias sejam organizadas num site, para consulta pública, reunidas inicialmente por décadas, lugares, e personagens.

Entre os destaques, está a última fantasia usada pelo carnavalesco Nazeazeno de Vargas, falecido em 2002, e troféus que ele ganhou em concursos de luxo, objetos emprestados pelo Museu Lanceiros do Sul para a mostra, que traz ainda fotos de figuras importantes para o Carnaval da cidade, como Edinho Dias, Rosane Guterres, Airton Teixeira, Omar Fernandes e Nilberto Ricalde de Freitas, o Lalala.

O projeto recebeu fotografias de vários blocos, como Tira Sarro, Rua de Baixo, Vim Vadiá, Novo Tempo, Vodka, Engov, Os Deitados, Turma do Funil, Vira-Latas, Pudim de Canha, e Os Kybeby, para citar alguns. Mas faltam fotografias de muitos outros, e a Casa segue aguardando estas contribuições.

Entre as curiosidades arrecadadas está uma foto da década de 1940 – a mais antiga da coleção –, que mostra o Carnaval animado por bandoneons e violões, e uma imagem do primeiro carro alegórico da cidade, nos anos 1960, em formato de cisne, entre outras. Nem todas as fotos possuem a qualidade que estamos acostumados hoje, mas são fundamentais como registro da História. O projeto também resgatou fantasias que ficaram guardadas por mais de 50 anos.

Confira alguns itens que estarão em exposição:

“Foi no Carnaval que passou…”

De 07 a 29 de fevereiro

10h às 12h e 14h às 17h

Casa de Cultura Juarez Teixeira

General Osório, 730

Caçapava do Sul