Sementes tratadas aumentam rentabilidade das lavouras de arroz e de soja

Cotrisul chega aos 63 anos com olhos voltados para a inovação e a tecnologia

Sementes tratadas são oportunidade para associados Cotrisul_revisada Isabela
Crédito: Clarisse de Freitas

Os agricultores que começam a plantar as lavouras de verão (arroz e soja) nos municípios de abrangência da Cotrisul poderão reduzir os riscos e alcançar uma maior rentabilidade. Isso porque, pela primeira vez, a cooperativa passou a ofertar sementes tratadas industrialmente. Ao menos 360 associados já aderiram a estes produtos, em um universo de cerca de 700 associados com produção de grãos. A cooperativa tem uma área de abrangência total de 220 mil hectares de soja e 30 mil hectares de arroz.

Segundo o presidente da Cotrisul, Gilberto Dickel da Fontoura, a incorporação desta tecnologia no serviço de sementes é uma das grandes novidades que marcam a passagem dos 63 anos de fundação da cooperativa (aniversário celebrado hoje, 20).

Também haverá, nas próximas semanas, o lançamento de uma nova marca de arroz para atender o mercado premium e a conclusão de obras de ampliação da capacidade de duas unidades de recebimento de grãos. Atualmente, a Cotrisul possui dez unidades de recebimento de grãos, com uma capacidade estática para 3,5 milhões de sacos.

Conforme explica o gerente de Assistência Técnica e Insumos, Fábio Rosso, a cooperativa passou a oferecer a opção do tratamento prévio neste ano graças a um novo equipamento. Com isso, as sementes – nas cultivares escolhidas pelo associado – recebem diferentes camadas de insumos, que garantem manter a germinação e o vigor, além de uma maior resistência a pragas e doenças.

– Se a semente não recebe esse tratamento na indústria, ele precisa ser feito direto na propriedade. Entretanto, existe uma chance maior de erro ou, muitas vezes por questões econômicas, o produtor opta por não aplicar todos os produtos recomendados. Com isso, ou o nível de proteção não é alcançado, ou um produto interfere na eficácia do outro – detalha.

Com o tratamento industrial das sementes, a única etapa que precisa ser feita pelo produtor é a aplicação de inoculante e co-inoculante.

As sementes de soja e de arroz recebem tratamento sob a demanda dos produtores – que até dezembro ainda poderão fazer a compra junto à Cotrisul. Os cultivos de inverno, como aveia e trigo, também estarão disponíveis com o tratamento a partir da próxima safra.

– Com isso, o resultado esperado é que o agricultor tenha uma qualidade muito maior na sua lavoura. O tratamento adequado dá a certeza de um índice de germinação maior e a rentabilidade também tende a ser melhor – conclui Rosso.

Texto: Clarisse de Freitas/Ascom Cotrisul – adaptado