Vereadores cobram melhorias na infraestrutura de Caçapava

Na sessão desta semana, foram apresentados 23 pedidos de providências, que dizem respeito a reparos no Centro, nos bairros e no interior; dois pedidos de informações sobre trabalhos em andamento; e uma indicação para que o município seja cadastrado em um projeto do Estado

Foto geral da sessão_crédito Daniel Miranda
Crédito: Daniel Miranda/Imprensa Câmara

Os vereadores discutiram questões sobre a infraestrutura de Caçapava e cobraram providências aos setores responsáveis, durante sessão da Câmara de terça-feira (28). O debate girou em torno da situação de ruas e estradas e da iluminação pública. No total, foram apresentados 23 pedidos de providências, que dizem respeito a reparos em diferentes pontos do Centro e dos bairros, assim como no interior; dois pedidos de informações sobre os trabalhos em andamento; e uma indicação para que o município seja cadastrado em um projeto do Estado.

Comentando um pedido de informação a respeito da reconstrução de uma ponte no Bom Jardim, Luis Fernando Torres (PT) solicitou a Caio Casanova (PDT), membro da base do governo, que cobrasse ações do secretário de Obras, Lasier Garcia. Segundo Torres, os trabalhos estão parados desde abril e, há três meses, máquinas da Secretaria estão realizando um serviço em um trecho de quatro quilômetros, na região da Picada Grande. Também de acordo com Torres, em reunião com o secretário, Lasier disse que não alterará o cronograma de trabalho para atender a outra demanda.

– A pessoa não aceita a opinião de quem está vivendo no local do problema e sabe o que está acontecendo. Qual é a esperança que nós temos de melhorar a situação? Três meses e não conseguiram fazer quatro quilômetros. Por mais que chova, quatro quilômetros, se faz num dia – comentou.

Em resposta, Casanova disse estar preocupado com a situação.

– Fui a uma reunião, e o secretário disse que está tudo sob controle, que vai aos lugares e que ninguém interpela ele, que a coisa está boa. Eu levantei e fui embora, saí da reunião. Fico preocupadíssimo com a situação – disse Caio.

O presidente do Legislativo, Silvio Tondo (PP), também manifestou sua posição sobre os problemas de infraestrutura do município, destacando a iluminação pública.

– Vinte e três pedidos de providências hoje. Mais de 50% da iluminação pública. O Centro está completamente às escuras; a Vila Batista e a entrada estão totalmente às escuras; a Aviação, onde o pessoal faz caminha à tardinha, totalmente escura. A gente não tem feito mais pedidos porque já foram feitos lá no início do ano. Mas, a situação que estamos enfrentando no Interior é muito difícil – disse Tondo.

O vereador Paulo Pereira (PDT) também usou seu espaço para falar acerca da iluminação pública. De acordo com ele, o caminhão que realiza toda a manutenção está em conserto há dois meses.

– Em um curto espaço de tempo, o caminhão ficará em condições de atender novamente a nossa comunidade. Inclusive, quero aqui registrar que existem tratativas bem adiantadas, junto ao Governo do Estado, para a doação de uma camionete, cabine simples, para ser colocado um novo cesto hidráulico – afirmou, dizendo que o objetivo é utilizar também este veículo na manutenção da iluminação pública.

Pereira ainda parabenizou uma indicação de Antônio Almeida Filho (MDB), que solicitou ao Executivo o cadastramento de Caçapava no programa Asfalto Já, do Governo do Estado, para pavimentar a RS 625, da BR 153 até as Minas do Camaquã. Ele informou aos demais vereadores que já existem tratativas adiantadas sobre o mesmo tema, que visa federalizar o trecho.

Em resposta, Almeida Filho comentou ser de suma importância que mais pessoas e movimentos se engajem nesse objetivo, que trará benefícios para o desenvolvimento turístico e econômico não só da região de Minas do Camaquã, mas de todo o município.